fbpx

Calculadora do Simples Nacional

Use nossa Calculadora do Simples Nacional e simule seus impostos no enquadramento mais procurado pelos empresários.

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Como calcular o simples nacional?

É fácil! Insira o faturamento total dos últimos 12 meses no primeiro campo, Não pode ultrapassar R$ 4,8 milhões anuais.

Assim que você inserir o faturamento bruto anual, use a tecla “tab” do seu teclado ou clique no campo abaixo, caso esteja no celular, assim o sistema já apresenta as alíquotas para cada anexo do simples nacional.

Abaixo, insira a média do faturamento por mês de acordo com a atividade da sua empresa, (se atentar ao anexo da sua empresa). Não sabe qual anexo sua empresa está? Nos chame no chat!

Na coluna “Valor do Imposto” será o quanto sua empresa pagará de imposto no simples nacional.

PErguntas frequentes sobre o simples nacional

simples nacional é uma forma simplificada de tributação que visa ajudar e agilizar a cobrança de impostos de microempresas e empresas de pequeno porte

  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Contribuição para o PIS/Pasep;
  • Contribuição Patronal Previdenciária (CPP);
  • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS);
  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Alíquota efetiva é: receita bruta dos últimos 12 meses x alíquota (conforme o faturamento mensal do período e atividade da empresa) – a parcela a deduzir / receita bruta dos últimos 12 meses. O percentual vai de 4% a 33%, conforme a receita bruta e o anexo em que a atividade está inserida.

Podem optar pelo Simples Nacionalas microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) que não incorram em nenhuma das vedações previstas na Lei Complementar 123, de 2006.

Até 31.12.2017, o limite de receita bruta, para enquadramento no Simples Nacional, era de R$ 3.600.000,00 anuais. A partir de 2018, o limite da receita bruta é de R$ 4.800.000,00/ano.

Informações Importantes!

OS VALORES E INFORMAÇÕES APRESENTADAS, SERVEM APENAS COMO PARÂMETRO INICIAL. PARA CADA EMPRESA É NECESSÁRIO UM PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO PROFUNDO PARA MELHOR ENQUADRAMENTO

CONSULTE SEMPRE UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE!

PARA ISSO, É SÓ CLICAR NO BOTÃO ABAIXO!
FALAR COM ESPECIALISTA